Retração gengival e suas causas e sintomas

Retração gengival e suas causas e sintomas

A Retração Gengival, também chamada de Recessão Gengival, é o estado de deslocamento da gengiva que resulta na exposição da raiz dentária. A retração gengival pode ser causada por diversos motivos. O primeiro deles é o trauma na escovação que acontece devido ao ato de friccionar a gengiva utilizando uma escova dental de cerdas duras. O segundo motivo é a inflamação da gengiva como resultado do acúmulo de placa e tártaro. A retração gengival também pode ser causada por um tipo de trauma oclusal devido a dentes desalinhados, devido a movimentações equivocadas em tratamentos ortodônticos e restaurações dentárias realizadas de forma errada de modo a deixar excesso nas margens.

A recessão gengival causa sérios problemas de sensibilidade dos dentes, além de expor o colo dos dentes. A raiz exposta é formada apenas de dentina, e é extremamente sensível a estímulos do dia a dia como calor, frio, doces e ao atrito mecânico no momento da escovação.

O que pode acontecer se eu tiver Retração Gengival?

As consequências das recessão gengival são muitas. E todas elas são desagradáveis e perigosas para sua saúde bucal. Confira:

  1. Inflamação da gengiva
  2. Aumento da sensibilidade dental a níveis extremos
  3. Dificuldade de higienização
  4. Alteração da estética bucal do paciente causando problemas de autoestima
  5. Perda de dentes devido a reabsorção óssea

 

Como posso evitar a Retração Gengival?

  1. Usando placas de mordida
  2. Bebendo água com regularidade durante o dia para hidratar as mucosas
  3. Dormindo com a boca fechada para evitar o ressecamento da mucosa
  4. Se alimentar de forma saudável com uma dieta a base de frutas, legumes e verduras
  5. Realizando a escovação de forma correta
  6. Utilizando o tipo correto de escova dental. Cerdas ultra macias.
  7. Fazendo visitas regulares a seu dentista. O ideal é a cada 4 ou 6 meses.

 

Como tratar a retração gengival?

Existem duas modalidades de tratamento para a retração gengival. O tratamento não cirúrgico, que visa recobrir os colos dos dentes com restaurações em resina e em muitos casos, quando a destruição do elemento dental é severa, podem ser usadas coroas de porcelana sem metal ou as moderníssimas lentes de contato dentais.

O tratamento cirúrgico consiste em procedimentos de deslocamento gengival associado ao enxerto de porções d tecido conjuntivo retirado do próprio paciente. Sem dúvida esta é a melhor opção desde que seja muito bem planejada e seja elegível de indicação. Não são todos os casos de retração que podem ser curados cirurgicamente.

Com a plástica gengival, reposiciona-se o tecido em sua localização natural voltando a proteger a raiz e eliminando o incômodo da sensibilidade.

calloutpost

Mora em Santos?

Agende uma avaliação odontológica conosco. Estamos localizados no coração do Gonzaga no prédio da Embelleze.

Cuide do Sorriso